Querid@s Convidad@s

Querid@s convidad@s,

Agradecemos demais a presença e o carinho de tod@s no nosso casamento. Passem por aqui sempre que quiserem para rememorar e conhecer mais detalhes sobre o evento. =)

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

+ Sobre a escolha dos doces: Maria Amélia

Atenção: Este post contém muitas opiniões pessoais e nenhuma verdade absoluta.

[Os comentários do noivo estarão entre colchetes e em itálico.]

Bolos/maquetes da Maria Amélia. Via Casamento 10.

Quando eu estava na fase dos doces (agora já estou further in the game, com mais skills e novas armas), a Maria Amélia não tinha nada na internet: nem site, nem blog, nem comunidade no Facebook. [Quanto amadorismo.] Nada. Aliás, em geral, os fornecedores de casamento não aproveitam muito bem a mídia virtual, mas, pelo menos, sempre têm um www.meuserviço.com, nem que seja apenas uma página principal com um logotipo e dados de contato. Mas a Maria Amélia nem isso tinha.

Hoje tem! Bem, o site está em desenvolvimento ainda, mas pelo menos existe.

Em que pese meu preconceito contra quem não tem site, marquei degustação com ela porque, afinal, é uma das mais famosas doceiras de Brasília [porque aqui em Brasília só tem gente com mau gosto]. Só que, depois do fiasco da Marina, fui à Maria Amélia com um pé atrás. [E não foi muito melhor mesmo, não.]

Bolo/maquete da Maria Amélia com noivinhos fofos!
A Maria Amélia funciona num espaço comercial no Lago Sul [pelo menos não é na casa de alguém]. A degustação acontece numa sala/escritório, onde trabalham as atendentes/secretárias. Você se senta à mesa de trabalho da mocinha, com computador e tudo, e lá mesmo é posta a bandeja de doces. [Nem pra ter um sofazinho.]

Como na vez da Marina, a primeira coisa que pedi foi o doce de menta. Achei um mimo, era uma caixinha de chocolate em forma de coração. [Ai, que brega.] Levantei a tampinha, e lá dentro estava um creme verdinho com uma cara ótima. Provei e... agora sim! Que diferença do da Marina, gente! Aquilo é que era doce de menta! Lindo e gostoso! Aprovadíssimo! [O doce de menta até que eu gostei.]

Depois, parti pro brigadeiro. Muito bom também (embora eu ache o meu brigadeiro melhor =p). [Eu já acho o seu brigadeiro ruim, esse daí foi pior; de suar o bigode.] Achei todos os doces mais bonitos e mais gostosos do que os da Marina. [Não achei tanta diferença assim.] A variedade era ótima: castanhas, nozes, frutas, chocolate (ao leite, amargo e branco), palha italiana... Muita coisa boa. [Tá.]

E os bolos, então! Que combinações felizes de recheio, viu! [Pelo menos dava pra sentir que os recheios eram feitos de coisas diferentes; até que eram bons.] Provamos três sabores: morango com sonho de valsa, ferrero rocher e nozes com damasco (amei o recheio de nozes, mas, como odeio damasco, a mocinha disse que pode trocar por outro sabor).

Mais Maria Amélia. Via Casamento 10.
Já o bem-casado... não achei nada de mais. Melhor que o da Marina, mas ainda insatisfatório. [Eu me lembro que era melhor que o outro, mas não me lembro do gosto, o que já diz que não era grande coisa.] Além disso, achei a embalagem-padrão meio vagabundinha. [Tô nem aí pra embalagem.]

Também nos foi apresentado um catálogo com fotos de doces mais elaborados e mais caros do que os da bandeja. [Só pra ficar fazendo a gente passar vontade. Não deram nenhum pra gente provar, filhos-da-mãe.] Segundo a moça que nos atendeu, a qualidade e o sabor são os mesmos, o que muda é a apresentação. [Eles são meio burros, porque a apresentação boa impressiona mais. Deviam dar esses doces mais bonitos na degustação.] Realmente, as fotos eram maravilhosas. Sabe aqueles doces que dá pena de comer? [Não tenho pena nenhuma.] Pois é.

Quanto ao meu bolo de verdade, combinei com a mocinha (gente, desculpa, mas esqueci o nome dela!) de fazer três bolos separados. O suporte decorativo, eu mesma terei que alugar e levar pra lá com algumas semanas de antecedência do casamento, porque elas só têm suporte para um bolo grande. 

Fechei com a Maria Amélia o bolo e os doces, e, de "brinde" (?), ganhei (?) um bolo decorado para 60 pessoas, pro meu chá-de-panela [porque ela quer que você compre os doces do chá-de-panela com ela também]! Mas ainda estou à procura de um bem-casado decente. =( [Eu também.]

4 comentários:

  1. pelo jeito é difícil encontrar um bem casado gostoso aqui em bsb :)

    ResponderExcluir
  2. Sou suspeita, eu amo a Maria Amelia!
    Adoro os doces e bolos...
    Ameiiiiiiii a escolha!!

    ResponderExcluir
  3. Você tem que experimentar o bem casado Doce Maison, em breve na 213 sul, o verdadeiro, nada de bolo cortado, um bem casado artesanal feito um a um. www.facebook.com\docemaison.

    ResponderExcluir